Jump to content

Grundor

L2JBr ADM
  • Content Count

    10,595
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    97

Grundor last won the day on August 9

Grundor had the most liked content!

Community Reputation

5,440 It's impossible

About Grundor

  • Rank
    Lord
  • Birthday 08/06/1990

Profile Information

  • Gênero:
    Masculino
  • Localização:
    Nova Friburgo-RJ

Contact Methods

  • Facebook:
    http://www.facebook.com/L2jBrasil
  • Site:
    http://www.l2jbrasil.com

Recent Profile Visitors

32,576 profile views
  1. Grundor

    Skills Kmael

    Ainda não atualizaram o l2wiki, mas lá é o melhor lugar para encontrar https://l2wiki.com/classic/Kamael Enquanto não lançam a versão em Inglês, vc pode ver a página do Oficial coreano, dá pra traduzir para ter uma idéia https://lineage2.plaync.com/board/l2guide/view?articleId=21&categoryId=0&viewMode=thumb&size=20 A grande questão é que eles estão sempre a frente, então existe a possibilidade de a versão que está live hj no ocidente esteja diferente da divulgada lá.
  2. Não é pq o domínio do site tem l2j no nome significa que seja l2java ou qualquer outro.. poderia ser a sigla de Layer 2 Jogos, vai saber 😉 Temos a área de servidor, não vejo pq criar uma área especial para tal, basta usar o sistema de tags para identificar o servidor como sendo off. Sempre relutamos com o L2OFF pois ele não código aberto, não sabemos o que está por trás dele, que tipo de backdoor, malware ou ransomware pode estar embutido no código de forma escondida. Sem contar que o L2OFF exige muito mais recurso para rodar que o l2java, assim como o nível de configuração ser bem mais elevado também, vai gerar uma explosão de dúvidas postagens que dificilmente serão resolvidas pelo público atual. Quanto às regras não temos nada que impeça a postagem do l2off à não ser : Só para desmitificar um pouco L2OFF: L2OFF é o Acronio de "Lineage 2 Official", foi o primeiro projeto de engenharia reversa no final de 2004 com base em alguns punhados de arquivos sem muito uso que vazaram do servidor prelude em 2003 e vendido no mercado negro , rumor nunca confirmado ¹, há que diga que a história de arquivos vazados foi apenas para que a NCSoft pudesse processar o dono do L2Extreme, primeiro servidor privado que ficou famoso e se estruturou a ponto de ter 50k de jogadores nos seus 7 servidores ² (inclusive eu joguei lá) . O L2OFF Ganhou força logo após a primeira versão do servidor na Russia, chamado de PTS , e nunca teve seu código aberto em repositórios como SVN ou GIT, também não é um software registrado, ou seja ele não possui legalmente um dono, diferente do L2j que desde o início surgiu com a licença GNU, ou seja é de uso público e não pode ser de ninguém. Sobre arquivos PTS, Public Test Server, também há um mito de que esses arquivos são oficiais, mas na verdade não são, eles surgiram da mesma forma que os arquivos do datapack do l2j, através de sniffer dos pacotes do jogo e gerava os arquivos de datapack para serem refinados, ou seja, era obtido através de captura de pacotes com um programa específico chamado. Eu mesmo comecei assim, fazendo essas extrações para um site de gameinfo lá em 2004. E a forma mais fácil de se obter isso era nos Public Test Servers, aonde vc podia jogar de graça e o rate era bem mais acelerado para que fosse exploradas todas as mecânicas e obtido o conteúdo destes. Toda essa historinha de que veio de um funcionário que roubou, blablablá.. não é totalmente verdade, de fato uma pessoa estava vazando parte do conteúdo (que serviu como base da criação do servidor) , se vc escavar um pouco a internet usando o google mesmo vai confirmar a história, dá até pra achar os processos que as pessoas tomaram no começo disso tudo. A grande desvantagem do L2OFF é, o código fonte nunca foi aberto, os códigos que existem hj são reescritas de uma segunda leva de engenharia reversa, diferente do L2J o L2OFF não está em evolução, ele é apenas um software legado como um Word ou um MSPaint lá da era XP. Ele precisa rodar com MSSQL que é um banco fechado, vc até consegue avaliações mas não vai rodar tão bem em sistemas operacionais modernos. Falam que L2J é lento, mas não sabem nem o que é uma JVM e como configurá-la para que atinja a performance desejada combinando com um sistema operacional adequado nem a versão adequada (java 8 vs java 7) Quer postar l2off ok, sem problemas, mas é por sua conta e risco compartilhar algo que é passível de processo devido as evidências de pirataria. Fontes: https://www.zdnet.com/article/korean-online-game-to-expand-to-china/ https://books.google.com.br/books?id=heIAUbZj-s8C&pg=PA197&lpg=PA197&dq=ncsoft+leak+files&source=bl&ots=4b6uRwiaE-&sig=ACfU3U3mR1G5-T7zVkgreq5FKeM7ACwHAw&hl=en&sa=X&ved=2ahUKEwinttqTyIfkAhVNFLkGHdYyBtIQ6AEwAnoECAkQAQ#v=onepage&q=ncsoft leak files&f=false https://www.gamasutra.com/view/news/102738/FBI_NCSoft_Close_Down_Unauthorized_Lineage_II_Servers.php https://www.mmorpg.com/lineage-2/news/fbi-shuts-down-lineage-ii-private-server-1000007104 https://web.archive.org/web/20071212021338/http://www.fbi.gov/page2/feb07/iptheft020107.htm https://www.gamasutra.com/view/feature/131216/relational_database_guidelines_for_.php https://www.austinchronicle.com/screens/2004-11-19/238573/ https://web.archive.org/web/20120206041806/http://www.qj.net/mmorpg/titles/the-story-of-the-l2extreme-fbi-bust.html
  3. Grundor

    Mysql

    O MySQL 8 na maioria dos casos é compatível com aplicações que usam MySQL 5, principalmente para o "quase nada" de recurso do banco de dados que o l2j usa. Provavelmente seu erro é outro e a pergunta não tem detalhes suficiente para que possamos ajudá-lo.
  4. Concordo, eles tem implementado mecanicas de auto-farm para reduzir um pouco o fator "grind" do game que é um dos mais pesados que já vi. Com o auto-farm, vc pode adiantar muito o seu farm, até mesmo criar chars secundários para obter itens e tudo mais, focando no seu personagem principal. O acesso pelo celular via game-stream é muito legal tb eu achei alguns vídeos demonstrando no Lineage 1 como funciona:
  5. Faaala Lineageiros! A NCSoft oficial começou a divulgar uma nova expansão de Lineage2, a Death Knight. O Lineage Classic, vem tentando resgatar um pouco mais da excência do Lineage original seguindo uma linha de evolução um pouco diferente que a do Lineage 2 Goodess of Destruction, que apresentou as Erteias a pouco tempo, e vai seguir para uma linha mais clássica do enredo do Lineage. Confira nesse tópico o que sabemos até agora. A NCsoft anunciou essa semana que uma nova classe, Death Knight, chegará em 14 de agosto para o servidor coreano do Lineage 2. Não há nenhuma captura de tela real nem trailer do game play do Death Knight agora, mas ele é considerado um personagem poderoso em um tanque com um variedade de magias de controle (stun, hold, paralyze, etc). Além disso, queimar todo mundo no campo de batalha parece ser sua maneira de resolver conflitos, como visto nas imagens. Juntamente com a nova classe, um novo servidor também será adicionado no mesmo dia. O servidores oficiais do Lineage 2 europeu e o americano devem receber essa atualização lá para o ano que vem, visto que chegaram no início de agosto com a versão que apresentaram a Raça Jim Kamael, "Shadow of the Kamael". Personagem já conhecido para quem jogou Lineage (Original), sabemos que ele é o terror no mass-pvp. Ele também fez aparição no MOBA da NCSoft, Master x Master ,ou MxM , lançado em 2017 mas que não é muito conhecido no Brasil. Veja um pouquinho do game play do DK no MxM: Tudo indica que a classe Death Knight estará disponível paenas para personagens masculinos e das raças Elfs, Dark Elfs e Humanos. Ao traduzir a imagem acima com um amigo coreano ele me disse que ambos se chamarão: Death Knight,Death Knight Light Elf e Death Knight Dark Elf e logo abaixo indicando que eles trabalharão com elementos: Fogo, Gelo e "Trovão/Eletricidade" Você pode conferir a o que será a tela de criação de personagens com a seleção da classe Death Knight no final desse link: https://lineage2.plaync.com/events/2019/190731_deathknight/whoareyou, note que apenas Humano, Elf e Dark Elf do sexo masculino tem a opção de seleção do Death Knight. O patch em 14 de agosto também terá uma tela de seleção de personagem aprimorada com gráficos atualizados e animações incríveis, além de uma interface de usuário bem moderna e "clean", apresentando transparência nos botões e estruturas ficadas nas laterais como podemos ver na imagem acima. Além do Death Knight, o outro novo elemento será adicionado que é a função de auto-farm. Sim, os jogadores podem agora criar "bots" no Lineage 2 conforme já vímos na versão "Shadow of Kamael", porém com um diferencial, buffs básicos serão adicionados à todos os personagens para que eles se buffem durante a caça. Você poderá controlar todo o "auto-hunting" pelo celular do lugar que vc estiver., semelhante ao Lineage 1 será possível controlar o seu personagem pelo celular, existe até um aplicativo para smartphone que permite aos jogadores monitorar o progresso de seus personagens e ver a jogabilidade usando a tecnologia de streaming em tempo real. Este é certamente um feito tecnológico! A fabricação de itens não será algo exclusivo dos anões, itens "simples" poderão ser criados por qualquer personagem, você vai colocar os itens aceitos numa interface específica e ele irá gerar um item, não entendi se é aleatório ou não o tipo do item, mas está escrito alí que você pode obter um item raro! Algo novo no sistema de siege será lançado, está escrito que "você poderá participar da siege semanal mesmo sem lutar", deu para entender que você participará da siege como se fosse um NPC ou algo do tipo usando o sistema automatizado, que loucura se for isso mesmo! E aí, quem tá ansioso pela chegada desse novo servidor?
  6. Olá @Kabaite bom te ver ativo de novo por aqui. Vc sabe que é contra regras tentar levar uma dúvida para chats privados certo? toda dúvida postada deve-se se tratada no tópico, assim ela ajuda outra pessoa no futuro. Eu vou fingir que não vi dessa vez... rs Já respondi tanto essa pergunta aqui que dá até preguiça de digitar de novo, se vc bater uma busca "abrir porta l2jbrasil" vai achar umas 3 páginas no google só com tópicos explicando como fazer. Dá uma conferida nessa resposta que eu dei a 2 meses: No caso do banco de dados a porta é a 3306 (padrão). Mas no seu caso específico do seu router: Mas o princípio é o mesmo para qualquer outro, só muda a interface.
  7. Dei uma jogada no final de semana, o Kamael tá bem diferente do que conhecíamos na versão Vanilla do lineage2, no classic ele tá mais básico, objetivo na função dele, seja melee ou archer. Mas parece que tem umas coisas bugadas, vc não consegue transformar a arma por exemplo e as skills do Berseker precisam de ancient sword, eu só achei na Grocery para comprar.. não tem info sobre drop ou craft delas tb.
  8. Isto é uma dúvida por esse motivo está sendo movido para área de dúvidas. Caso necessário faça as edições no título e na descrição de seu tópico para adequar às exigências da comunidade.
  9. Temos postado aqui https://www.l2jbrasil.com/forum/254-notícias-curiosidades/ O mais recente foi isso aqui eles postaram umas imagens no instagram oficial semana passada.. até o momento não tem dada de lançamento confirmada nem nada..
  10. 0º Aprenda à programar e usar bancos de dados. 1º Escolha uma linguagem de programação, Recomendo Java, Python ou C++ pois são bem eficientes para sockets e aplicativos cliente-servidor. 2º Obtenha uma ferramenta de captura de pacotes e faça spoofing dos pacotes enquanto joga no servidor oficial interlude 3º Desenvolva um módulo para tratar os pacotes do cliente no servidor. 4º Desenvolva um módulo para comandar os atores do game: Player, NPC, Monstros, RaidBoss, EpicBoss 5º Desenvolva um mecanismo de datapack (conteúdo dinâmico como textos, quests, instâncias, itens, skills) 6º Abra um repositório open-source pois é trabalho d+ e vc acha que pessoas podem se interessar por ele. 7º Continue a programar 8º Espere alguém fazer um fork do seu projeto, mudar os créditos e vender ai saberá que o projeto tá maduro e funcional.
  11. Recentemente no perfil oficial da NCSoft no instagram foram feitas uma série de postagens no estilo "spriter-wide" de artes conceituais que vcs estão vendo nesse tópico com o seguinte dizer: Ainda com a seguinte arte conceituação de uma cidade chamada Kent: Que em tradução livre ficaria: Pesquisando por essa tal cidade de Kente me pareceu que essa cidade só existe no Lineage 1 https://lineage.plaync.com/powerbook/wiki/켄트+마을 e que aparentemente tem relação com o território de Oren, de fato a imagem acima parece um pouco com a geografia de Oren, com uma cidade no topo de uma colina cercada por um vasto vale. Talvez Kent seja a própria cidade de Oren traduzida para o inglês (carece referencias). A mesma frase se repete para mais 2 postagem mudando apenas a palavra final precedida de um "underline" _: 윈다우드_개미굴 - Windowood Desertica região já conhecida por abrigar um enorme formigueiro, 얼어붙은 성 - Castelo congelado O castelo congelado nós sabemos que estamos falando do território de Schuttgart, castelo pertencente à Ice Queen , Freya. Fonte: Instagram (reprodução) Essas artes são do "Project TL" ou Projeto The Lineage, que você pode conferir mais detalhes aqui: O Project TL (The Lineage) é um jogo de RPG on-line massivamente multiplayer (MMORPG) da NCSoft . Faz parte da série Lineage e uma continuação do primeiro jogo Lineage . O jogo foi anunciado pela primeira vez e intitulado como Lineage Eternal em novembro de 2011, mas sofreu inúmeros atrasos em seu cronograma de lançamento, com os primeiros testes beta planejados. O primeiro Beta Fechado da Coréia do Sul começaria em 30 de novembro de 2016 e terminaria em 4 de dezembro de 2016. No entanto, a NCSoft reinicializou o jogo como Projeto TL no evento privado NCSOFT Director Cut. O jogo sofreu vários atrasos durante o desenvolvimento. Em 8 de novembro de 2011, NCSOFT anunciou oficialmente o Lineage Eternal como a sequela do primeiro Lineage , lançado em 1998. Os primeiros vídeos de gameplay debutaram na convenção de jogos G-Star 2011 na Coreia do Sul em 9 de novembro de 2011 . em agosto de 2013, NCSoft anunciou que estava se preparando para lançar o cronograma beta do Lineage Eterno até o final de 2013. em agosto de 2015, os desenvolvedores planejado para iniciar testes beta na Coréia no final do ano, mas durante uma teleconferência em novembro eles confirmaram que os testes beta fechados estariam atrasados até 2016. Nas conferências de ganhos do NCSOFT Q1 2017, a NCSOFT anunciou que a equipe de desenvolvimento do Lineage Eternal teve mudanças significativas devido à mudança de produtor do jogo. A nova equipe continuará o processo de desenvolvimento do jogo com um novo alvo e mudanças no mecanismo de jogo de um mecanismo de jogo proprietário que foi usado em Guild Wars para Unreal Engine 4. E o nome do jogo mudou para Projeto TL em 2017. Essas postagens indicam que o projeto ainda tá vivo e algo tem acontecido, tomara que não demore a sair mais detalhes! Descobrindo novas coisas eu volto a postar algo nesse tópico, por hora é só. Beijo do Grundor!
  12. Vc não consegue dar seguimento no seu projeto sem essa ladainha não é parça? Se suas infantilidades e geração de picuinhas, principalmente com o projeto da DREAM, e atentados pessoais no fórum ou fora dele como o pedido de que mostrasse o código para fazer live, se continuar terei o prazer de fazer sua estadia aqui mais curta possível. Tem muitas formas de você demonstrar que é "superior" sem menosprezar e que está disposto a fazer um projeto sério e conseguir patrocinadores para que você monetize ele, eu dei até umas dicas num artigo lá no off-topic. Meu caro, não nascemos ontem, estamos a 10 anos vendo pessoas como você se levantando e caindo devido sua arrogância. Veja o exemplo do @vert @KhayrusS e o @Elfocrash eles não veem aqui falando que o projeto deles é melhor, e mesmo assim eles entregam soluções geniais e inovadoras para o l2j sem precisar menosprezar ninguém! Você tá pegando um código open-source e fechando, se apropriando de algo que é a propriedade intelectual de milhares de usuários só porque fez umas refatorações aqui ou ali infringindo a licença GNU do L2j, é a minha única crítica quanto ao seu projeto, do mais ok.. testem e vejam se vale a pena investir. Eu super apoio projetos de L2J, o fórum nasceu pra isso mas você precisa parar agora de menosprezar os projetos alheios e parar de gerar conflitos no fórum, além de ser contra as regras, isso é um pé no saco ter que ficar moderando, restringindo postagem porque a pessoa simplesmente não tem espírito comunitário para participar de um fórum sobre softwares open-source respeitando os demais projetos. Estou aumentando sua suspensão para mais 3 dias.
  13. Há pouco tempo falar em ganhar dinheiro com Open Source era visto como algo intangível, o software open source não necessariamente tem que ser gratuito.. vou explicar. Muitos negócios em torno do Open Source são negócios bem sucedidos que geram receita alguns exemplos de mercado como MySQL, GitLab, VSCod, Kubernates, MongoDB entre outros. Deses ali em cima o único que explica de forma aberta como ganha dinheiro é o GitLab : Segundo o método deles, encontrar o modelo de negócios ideal é a chave para tornar o projeto rentável, mas isso não é uma tarefa fácil, não existe uma receita de bolo pra isso. Criar um modelo de negócios baseado em Open Source não é simplesmente abrir código fonte e pronto. É necessário criar um balanceamento entre os interesses da comunidade e do próprio negócio. Tem que ser uma relação ganha-ganha. Existem muitas questões a serem discutidas. Por exemplo, qual o modelo de licenciamento? GPL? Baseado em BSD? Quem vai desenvolver e manter o código, a própria companhia ou a comunidade? Você também deve considerar que nem todo o código fonte necessita ser aberto à comunidade. Mas, quais partes serão abertas e quais não serão abertas? O grande segredo é conseguir achar o modelo de negócio ideal, foi necessário tentativa e erro para encontrar um modelo sustentável, é um grande desafio fazer algo que não tem um retorno imediato, baseado em venda de um software de pratileira (windows, office, autoCad, etc). Aqui alguma das tentativas que eles fizeram: Doações A primeira coisa que deve vir a cabeça é a doação, viver da benevolência de seus usuários para se manter ativo e operante, escrevendo milhares de linhas de código por semana e não recebendo nem o café que vc toma por isso, não parece legal. Eles tentaram isso, mal dava pra pagar um sorvete como eles disseram. As pessoas não pagam nem pelos softwares fechados (pirataria) quem dirá pagar algo para um que está de graça. É pouco, mas talvez ajude a custear o custo de um site ou algo assim. Taxas de solicitação de recursos e suporte pago Doação então não é um bom modelo, então o segundo passo óbvio seria com suporte e customização, vc ve o projeto e então você paga para que tal feature seja lançada primeiro, ou que determinado bug tenha uma prioridade. Eles também tentaram cobrar uma taxa para criar recursos solicitados dos usuários. Mas esse modelo desmoronou quando as pessoas descobriram que havia outras pessoas fazendo o mesmo pedido e, em vez de pagar por uma fração do recurso, desistiram do pedido com a expectativa de que outro usuário ou empresa pagaria por ele. Então eles mudaram para um modelo de suporte, mas descobriram que era um problema. À medida que melhoraram o produto, menos pessoas precisaram de suporte. Mas para fazer um trabalho menos estelar na instalação do GitLab, "meio que destrói" a marca, diz o co-fundador do Gitlab. "Core" aberto O GitLab por fim já tinha bastantes usuários, era um software maduro e testou modelos de negócio não tão rentáveis, eis que então eles tiveram a ideia de direcionar certos recursos que facilitariam as pessoas que são donas do dinheiro e que pagariam para ter um recurso especial. "No fim das contas, nos estabelecemos em um núcleo aberto, onde alguns recursos são pagos. O difícil era decidir quais recursos são pagos. Acho que depois de muitos anos agora temos uma boa maneira de determinar isso. O recurso destinado a um colaborador individual, é de código aberto. Se é dirigido a um gerente, é na Free. Se é direcionado a um diretor, é na Premium. E se é direcionado a um executivo de nível C, é no Ultimate. Isso traz muita clareza e parece trabalhar muito bem, mas demorou um pouco para descobrir isso. " Então assim eles se mantêm até hoje, vc pode ter um GitLab completo em seu computador (eu tenho um na empresa que trabalho que eu mesmo instalei e gerencio, um usuário aqui até tentou lançar um gitbrasil e veio aqui divulgar, mas já está offline). Possuir o core com as funções community podem trazer muitos benefícios como engajar usuários e fazer com que eles, obtendo sucesso na utilização da versão "free", obtenham a versão "Enterprise" Por fim, como poderíamos pegar o aprendizado dele e aplicar para o L2j ou similares? Vejo que os packs de hj só querem lucrar, querem ficar oferecendo trial e não focam no que realmente interessa, abrir o código para que mais gente se interesse e amadureça o software, lamento muito por ver isso, como por exemplo um dos mais famosinhos como o aCis e o Mobius, que nem são lá essas coisas, é um monte de re-Work de um software já amadurecido pelas primeiras revisões: l2jserver, l2free e L2emu , todos esses são reworks dos originais e cometem os mesmos erros, mesmos vícios impedindo escala e performance. Desses 2 o que eu aplaudo é o Mobius que ainda trás o suporte básico aos novas versões e clientes mais modernos, enquanto todos os outros pararam no tempo com o interlude, o que é justificável pois foi quando o l2j mais amadureceu, então os packs mais estáveis eram os do interlude. Qual o modelo que esses 2 usam? Cobrar acesso a fórum? SVN (que aliás é uma tecnologia ultra ultrapassada que não fornece metade que o git oferece) Mas então como poderíamos trazer isso para os projetos de L2j? Na minha opinião, se eu hoje quisesse ganhar algum dinheiro desenvolvendo l2j, eu faria exatamente o que eles fizeram, e ainda outras coisas mais. Eu liberaria todo o core da minha aplicação, entregando a melhor experiencia de usuário possível, para que o servidor seja estável e funcional, proporcionando crescimento e adoção da utilização da minha distribuição. E ganharia dinheiro justamente naquilo que facilitaria a vida do Admin, permitindo maior controle e recebendo insights de como melhorar seu negócio como por exemplo, um painel de controle mais robusto e otimizado, uma aplicação que permita ele ter backups mais seguros , permitir que ele migre de versões sem impactar o game, de forma automatizada e sem complicações, recursos de entrega de doação, recursos de integração com serviços de terceiros (como top servers) Adicionar recursos Premium como por exemplo suporte a otimização de hardware ou auto-config de acordo com os recursos do computador. Só liberaria versões compiladas para os assinantes ou pessoas que adquiriram a versão Premium, no mínimo se a pessoa quer que baixe o codigo e compile por si só, aprendendo como funciona e forçando a mesma buscar conhecimento, ou então esperando algum pré-configurado ser postado na l2jbr hehehe Jamais colocaria algum limitador ou back-door no código. Forneceria ainda customizações especiais para cada cliente e cobrando por isso, caso não sejam recursos do core como por exemplo ex, login usando Facebook, (sim é possível) um launcher estilo 4Games, ou qualquer outra modificação que não atenda o core. E você, o que faria para ganhar dinheiro com seu projeto open-source?
  14. A rede domestica não pode ser utilizada para fins de hospedagem, vc vai ter problemas com portas, NATs, proxy, cache, e rotas. Datacenters possuem conexões com rotas otimizadas para upload (coisa que a rede domestica nao tem). Sem contar a segurança, suporte, ping, etc. Vc vai conseguir, mas a experiencia será diferente para os players.
×
×
  • Create New...